Leia as últimas notícias sobre a Contax
> Janeiro > Julho
> Fevereiro > Agosto
> Março > Setembro
> Abril > Outubro
> Maio > Novembro
> Junho > Dezembro

Abril

Contax cresceu 55% ano passado
25/04/2005

Contax encerra 2004 com faturamento de R$ 709 mi
25/04/2005

Contax fatura R$ 709 mi em 2004
25/04/2005

Ig é o grande vencedor do prêmio consumidor moderno de excelência em serviços ao cliente
19/04/2005

Contax patrocina o filme Quase Dois Irmãos
01/04/2005

Contax cresceu 55% ano passado
25/04/2005

A Contax, empresa de contact center do Grupo Telemar, fechou 2004 com faturamento bruto de R$ 709 milhões, valor 55% superior ao registrado em 2003. A companhia também se manteve como uma das maiores empregadoras do Brasil, contratando aproximadamente 10 mil pessoas no ano passado e encerrando o período com mais de 38 mil funcionários. O Ebitda (lucro antes das despesas e receitas financeiras, impostos, depreciações e amortizações) ficou em R$ 62,7 milhões.

Os resultados se devem à conquista de novos clientes, ampliação de contratos e aumento da oferta de serviços em clientes atuais. Em 2004, a companhia conquistou as operações da Orbitall e outros importantes clientes de diversos segmentos da economia como Banco Panamericano, Hipercard, Losango, SulAmérica, Ticket e Xerox. A Contax também registrou aumento de 35% em suas posições de atendimento (PAs) em relação a dezembro de 2003, ultrapassando 17 mil PAs.

Com relação aos investimentos, a Contax investiu R$ 98 milhões em infra-estrutura e capacitação de pessoas, totalizando aproximadamente R$ 250 milhões em investimentos em seus quatro anos no mercado. Parte do montante empregado no ano passado foi para a modernização das instalações da companhia.

E para atender essa expansão, a empresa inaugurou três novos sites - um em São Paulo, localizado na Barra Funda com 13 mil m2 e capacidade para mais de 2 mil posições de atendimento, ampliando para 3,5 mil seu número de PAs na capital paulista; outro no Rio de Janeiro com 2,9 mil posições de atendimento e quase 7 mil funcionários; e em Salvador com 1,2 mil PAs. Já em Recife, a empresa ampliou sua operação de 661 para 850 PAs.

Em 2005, a Contax se mantém otimista com relação ao mercado de contact center. No primeiro trimestre deste ano, já ampliou seu quadro em cerca de 2 mil funcionários, alcançando a marca de 40 mil pessoas empregadas - uma evolução significativa desde 2000, quando iniciou suas operações com pouco mais de mil postos de trabalho.

Call Center

Subir

Contax encerra 2004 com faturamento de R$ 709 mi
25/04/2005

A Contax, empresa de contact center do Grupo Telemar, fechou 2004 com faturamento bruto de R$ 709 milhões, valor 55% superior ao registrado em 2003. A companhia também contratou aproximadamente 10 mil pessoas no ano passado e encerrou o período com mais de 38 mil funcionários. O Ebitda (lucro antes das despesas e receitas financeiras, impostos, depreciações e amortizações) ficou em R$ 62,7 milhões.

Os resultados se devem à conquista de novos clientes, ampliação de contratos e aumento da oferta de serviços em clientes atuais. Em 2004, a companhia conquistou o importante contrato com as operações da Orbitall e outros importantes clientes de diversos segmentos da economia como Banco Panamericano, Hipercard, Losango, SulAmérica, Ticket e Xerox.

A Contax também registrou aumento de 35% em suas posições de atendimento (PAs) em relação a dezembro de 2003, ultrapassando 17 mil PAs. Em 2004, a Contax investiu R$ 98 milhões em infra-estrutura e capacitação de pessoas, totalizando aproximadamente R$ 250 milhões em investimentos em seus quatro anos no mercado. Parte do montante empregado no ano passado foi para a modernização das instalações da companhia.

Para atender sua expansão, a empresa inaugurou três novos sites - um em São Paulo, localizado na Barra Funda com 13 mil m2 e capacidade para mais de duas mil posições de atendimento, ampliando para 3,5 mil seu número de PAs na capital paulista; outro no Rio de Janeiro com 2,9 mil posições de atendimento e quase 7 mil funcionários; e em Salvador com 1,2 mil PAs. Já em Recife, a empresa ampliou sua operação de 661 para 850 PAs. A companhia possui 15 sites localizados no Rio de Janeiro, Minas Gerais, Ceará, Bahia, Pernambuco, São Paulo, Porto Alegre e Distrito Federal.

A empresa também consolidou seu modelo de gestão, com desdobramento e acompanhamento de metas de qualidade e produtividade para todos os funcionários da companhia. Com isso, melhorou a produtividade nas operações e os indicadores de qualidade na prestação de serviços.

Em 2005, a Contax se mantém otimista com relação ao mercado de contact center. No primeiro trimestre deste ano, já ampliou seu quadro em cerca de 2 mil funcionários, alcançando a marca de 40 mil pessoas empregadas - uma evolução significativa desde 2000, quando iniciou suas operações com pouco mais de mil postos de trabalho. Com esse número a companhia se mantém, deste sua fundação, como a maior geradora de empregos do Brasil e está entre as cinco maiores empregadoras do País no setor privado.

Além de contratar, a Contax forma mão-de-obra. A empresa é uma grande geradora de primeiro emprego, sendo que 17% de seu quadro são pessoas nessa condição. Em seus quatro anos, a companhia já realizou cerca de 15 mil promoções. Só em 2003, investiu R$ 18 milhões em capacitação de pessoas e realizou mais de 2,3 milhões de horas de treinamento.

B2B Magazine Online

Subir

Contax fatura R$ 709 mi em 2004
25/04/2005

A Contax, empresa de contact center do Grupo Telemar, fechou 2004 com faturamento bruto de R$ 709 milhões, valor 55% superior ao registrado em 2003. A companhia também contratou aproximadamente 10 mil pessoas no ano passado e encerrou o período com mais de 38 mil funcionários. O Ebitda (lucro antes das despesas e receitas financeiras, impostos, depreciações e amortizações) ficou em R$ 62,7 milhões.

Os resultados se devem à conquista de novos clientes, ampliação de contratos e aumento da oferta de serviços em clientes atuais. Em 2004, a companhia conquistou o importante contrato com as operações da Orbitall e outros importantes clientes de diversos segmentos da economia como Banco Panamericano, Hipercard, Losango, SulAmérica, Ticket e Xerox. A Contax também registrou aumento de 35% em suas posições de atendimento (PAs) em relação a dezembro de 2003, ultrapassando 17 mil PAs.

Em 2004, a Contax investiu R$ 98 milhões em infra-estrutura e capacitação de pessoas, totalizando aproximadamente R$ 250 milhões em investimentos em seus quatro anos no mercado. Parte do montante empregado no ano passado foi para a modernização das instalações da companhia.

Para atender sua expansão, a empresa inaugurou três novos sites - um em São Paulo, localizado na Barra Funda com 13 mil m2 e capacidade para mais de duas mil posições de atendimento, ampliando para 3,5 mil seu número de PAs na capital paulista; outro no Rio de Janeiro com 2,9 mil posições de atendimento e quase 7 mil funcionários; e em Salvador com 1,2 mil PAs. Já em Recife, a empresa ampliou sua operação de 661 para 850 PAs. A companhia possui 15 sites localizados no Rio de Janeiro, Minas Gerais, Ceará, Bahia, Pernambuco, São Paulo, Porto Alegre e Distrito Federal.

A empresa também consolidou seu modelo de gestão, com desdobramento e acompanhamento de metas de qualidade e produtividade para todos os funcionários da companhia. Com isso, melhorou a produtividade nas operações e os indicadores de qualidade na prestação de serviços.

Em 2005, a Contax se mantém otimista com relação ao mercado de contact center. No primeiro trimestre deste ano, já ampliou seu quadro em cerca de 2 mil funcionários, alcançando a marca de 40 mil pessoas empregadas - uma evolução significativa desde 2000, quando iniciou suas operações com pouco mais de mil postos de trabalho. Com esse número a companhia se mantém, deste sua fundação, como a maior geradora de empregos do Brasil e está entre as cinco maiores empregadoras do País no setor privado.

Além de contratar, a Contax forma mão-de-obra. A empresa é uma grande geradora de primeiro emprego, sendo que 17% de seu quadro são pessoas nessa condição. Em seus quatro anos, a companhia já realizou cerca de 15 mil promoções. Só em 2003, investiu R$ 18 milhões em capacitação de pessoas e realizou mais de 2,3 milhões de horas de treinamento.

Consumidor Moderno Online

Subir

Ig é o grande vencedor do prêmio consumidor moderno de excelência em serviços ao cliente
19/04/2005

O iG - internet Generation foi o ganhador do Prêmio Consumidor Moderno de Excelência em Serviços ao Cliente, na categoria Internet. A empresa desbancou a concorrência e logo no início da sexta edição da premiação despontou como franca favorita. O prêmio avaliou o relacionamento com o cliente dos provedores pagos e gratuitos e entre todos o iG sagrou-se vitorioso. "A premiação é o reconhecimento do investimento em tecnologia de ponta e na qualificação dos profissionais da área de Atendimento ao Cliente realizado pelo iG no principal ativo que temos, que são os nossos clientes", afirma Wanderley de Souza Mello, gerente da área de Atendimento ao Cliente.

O prêmio, realizado anualmente pela editora Padrão Editorial, tem por objetivo identificar e difundir as melhores práticas em serviços ao cliente do Brasil e reconhece as empresas que privilegiam a excelência no atendimento, conquistando novos clientes e principalmente, mantendo alto índice de satisfação e fidelidade. A revolução no atendimento ao cliente d o iG foi permitida devido a combinação de tecnologias inovadoras, processos eficientes e estratégia visionária de CRM no tratamento aos clientes. Hoje, o contact center do iG dispõe de ferramentas que permitem uma análise detalhada de toda a base cadastral, histórica e comportamental dos usuários. "Conseguimos medir com precisão a rentabilidade de cada cliente, seu grau de satisfação, as ofertas mais adequadas ao seu perfil de uso, enfim, temos um retrato fiel de nossos clientes", declara Mello.

O marco no atendimento ao cliente do iG começou há três anos quando a empresa contratou a Contax, uma das maiores companhias de contact center do Brasil. Atualmente, a operação conta com os principais canais de atendimento ao consumidor: telefônico (pessoal e eletrônico) e web (chat e e-mail), atuando nas etapas de venda, SAC, help desk, cross selling, up selling, além de retenção. "Conseguimos entender perfeitamente as necessidades do iG e essa sintonia se reflete na satisfação de seus clientes", afirma Jackson Valle, diretor de tecnologia e operações da Contax.

O prêmio avalia todos os elos da cadeia de relacionamento entre as empresas e os clientes do Brasil e na segunda fase são analisados quesitos como: adequação da missão corporativa à estratégia de relacionamento com o cliente (interno e externo), relevância do cliente na organização, estratégias de retenção, fator humano e política de recursos humanos. Na última fase, os finalistas são submetidos ao teste do fictício "cliente misterioso", que utiliza os mecanismos de atendimento da empresa avaliando: qualidade do atendimento, coerência e consistência das informações e nível de respostas.

A estratégia de CRM foi essencial para a conquista do iG do prêmio Consumidor Moderno de Excelência em Serviços ao Cliente, já que a empresa contava com os mais inovadores e robustos sistemas e plataformas tecnológicas. O iG possui um data warehouse com capacidade superior a 1 terabyte integrado com o sistema de datamining que faz a mineração e a extração das informações das bases de dados."A integração dos sistemas possibilita que tenhamos uma radiografia perfeita dos hábitos de consumo dos clientes", assegura Wanderley de Souza Mello, do iG.

Com o objetivo de aprimorar ainda mais o conhecimento de seus clientes o iG implantou, com sucesso, há oito meses a plataforma de business intelligence da MicroStrategy. Com ela, a empresa consegue por exemplo, extrair relatórios das promoções oferecidas, considerando a adesão por estado, perfil e até mesmo o grau de abandono. "O iG é pioneiro desde sua criação e mostra sua inovação também no relacionamento com seus clientes" finaliza Mello. Somos uma das únicas empresas do País que possui os sistemas de BI e datawarehouse integrados com o contact center", assegura Mello.

Maxpress

Subir

Contax patrocina o filme Quase Dois Irmãos
01/04/2005

A Contax, empresa de contact center do Grupo Telemar, é uma das patrocinadoras do filme Quase Dois Irmãos, de Lúcia Murat e Paulo Lins (autor de Cidade de Deus), que estréia hoje em cinemas de todo o País.

A ação tem como proposta apoiar a cultura nacional e colaborar com o fortalecimento da marca Contax em seu público-alvo. Com quatro anos de mercado, a empresa já patrocinou, entre outros projetos, Os Normais - o filme, lançado em 2003, e Moviemento, que deve chegar as telas no segundo semestre deste ano.

Quase Dois Irmãos mostra a relação dos presos políticos e demais detentos da Penitenciária da Ilha Grande, no Rio de Janeiro, nos anos 70 e as conseqüências desse convívio na violência do País atualmente. Entre conflitos e aprendizados ocorridos naquela época nasceu o Comando Vermelho, que mais tarde passou a dominar o tráfico de drogas. Por meio dos personagens Miguel - jovem intelectual e preso político na Ilha Grande, hoje deputado federal -, e Jorge - filho de um sambista que de pequenos assaltos se transformou em um dos líderes do Comando Vermelho, o filme retrata a história política do Brasil nos últimos 50 anos, tendo como ponto de ligação entre os dois mundos a música popular.

Consumidor Moderno Online

Subir